Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Caiado anuncia construção de anel viário em Pires do Rio e Ipameri

No primeiro município, governador assina decreto que viabiliza início dos trabalhos. Projeto fará interligação das GOs 020, 309 e 330. Já projeto no perímetro urbano de Ipameri, que está em elaboração, será ponto de encontro entre a GO-213 e a GO-330/BR-352. “Não faço promessa vã, nem para ganhar campanha ou enganar as pessoas. Temos de ter honestidade para sermos respeitados”, afirma.
Loading...
Image Main
Fonte: Reprodução Governo de Goiás

O governador Ronaldo Caiado assinou, nesta terça-feira (23/11), um decreto que viabiliza a construção do Anel Viário de Pires do Rio. Também anunciou dinheiro em caixa para fazer a mesma obra de infraestrutura no município de Ipameri. Juntas, as duas construções rodoviárias estão orçadas em R$ 36,99 milhões. “Vocês terão arcos viários lindos e muito bem preparados”, afirmou o governador à população das regiões.

O documento assinado em Pires do Rio declara utilidade pública para fins de desapropriação e estadualização do território que receberá a obra. A partir disso, a Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) pode dar andamento ao projeto. “Não faço promessa vã, nem para ganhar campanha ou enganar as pessoas. Temos de ter honestidade para sermos respeitados”, salientou Caiado ao anunciar que as máquinas começam os trabalhos em março do ano que vem, após o período chuvoso.

O anel viário vai interligar três rodovias: GO-020, GO-309 e GO-330. O Contorno Oeste, como é chamado o projeto, visa garantir acesso a municípios como Goiânia, Catalão, Anápolis e Itumbiara, e ainda ao Distrito Federal e a Minas Gerais. “É um anseio antigo da nossa população”, resumiu a prefeita Cida Tomazini. O investimento previsto gira em torno de R$ 27,2 milhões, via Termo de Acordo de Regime Especial (Tare). Serão 12,5 quilômetros de pista simples, com revestimento em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ).

O presidente da Câmara de Pires do Rio, Denilson Castro, disse que a assinatura do decreto é “um dos primeiros grandes passos para a realização de um sonho”. Ele agradeceu ao governador pela série de benefícios que o município tem recebido do Estado. Já o prefeito de Catalão, Adib Elias, definiu o anúncio do anel viário como a obra mais importante do último século para a região. “Só está acontecendo porque tivemos coragem de apoiar aquele que verdadeiramente tem compromisso com o povo”, destacou.

A deputada federal Flávia Morais afirmou que Goiás deslancha em todas as áreas sob gestão de Caiado. Citou, como exemplos, a condução da saúde em meio à pandemia, os avanços da segurança pública e na área da infraestrutura. “O anel viário vai representar o desenvolvimento para o município”, analisou. “No passado, Goiás estava nas páginas policiais. Hoje está nas páginas políticas de um governador austero, que tem palavra e que não lança pedra fundamental, nem autorizo. Vem aqui para dizer que a obra vai começar”, complementou o deputado federal José Nelto.

O projeto está em fase de desenvolvimento e foi doado pela Nutriza Agroindustrial de Alimentos S/A. Quando concluída, a obra vai melhorar a infraestrutura para transporte rodoviário e facilitar o acesso de moradores dos municípios de Catalão, Campo Alegre de Goiás, Ipameri e Orizona, Vianópolis, Palmelo, Santa Cruz de Goiás, Caldas Novas, São Miguel do Passa Quatro, Cristianópolis e Urutaí. Juntos, somam mais de 300 mil pessoas.

Ipameri

De Pires do Rio, a comitiva seguiu para Ipameri, onde o governador anunciou que o Estado também fará a construção de um anel viário na região. O projeto deve ser doado à Goinfra pela Caramuru Alimentos. “Agora já tenho dinheiro em caixa”, frisou. “[Quando estiver pronto], assino na mesma hora a desapropriação da área e, imediatamente, coloco o projeto em licitação. Esse é o cronograma, é fazer com que a obra aconteça dentro de uma previsão”, assegurou.

O prefeito Jânio Pacheco relatou que essa obra será um grande presente para Ipameri. “Tenho certeza de que os produtores rurais, empresários e toda população vão saber reconhecer esse trabalho que o senhor vai nos doar”, agradeceu.

O anel viário de Ipameri será um ponto de encontro entre a GO-213 e a GO-330/BR-352. A obra deve custar mais de R$ 9,74 milhões. O Contorno Sudoeste, como é chamado o projeto, tem como objetivo beneficiar toda a população do município, que gira em torno de 27,5 mil pessoas, e cidades vizinhas. Paralelo a isso, vai melhorar o escoamento de grãos e outros produtos, o que reduz os custos operacionais de empresas instaladas na região da Estrada de Ferro.

 

Fonte: Secretaria de Comunicação - Governo de Goiás

Anúncio
Loading...
Image
Anúncio
Loading...
Image