Caiado discute rumos do agronegócio na economia global em Lisboa

Marco na arena internacional de debates, XII Fórum de Lisboa alcança sua décima segunda edição em 2024 e ocorre anualmente com o intuito de debater questões que desafiam o Estado contemporâneo.

Postado em 24/06/2024
Caiado discute rumos do agronegócio na economia global em Lisboa
Reprodução A Redação
Avatar
Por Gabrielle AndradeUx Writer | Jornalista

Governador de Goiás, Ronaldo Caiado (UB) está em Portugal, onde é um dos palestrantes no XII Fórum de Lisboa. O chefe do Executivo goiano discute, nesta quarta-feira (26/6), o tema "Agronegócio na Economia Global”, ao lado de figuras como Jorge Bastos, presidente da Infra S.A., Celso Moretti, ex-presidente da Embrapa, e Otavio Carneiro, CIO da Enforce Gestão de Ativos e do BTG. A moderação será conduzida pela senadora Kátia Abreu (PP).

Organizado pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP), em colaboração com o Lisbon Public Law Research Centre (LPL) da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDUL), acontecerá nos dias 26, 27 e 28 de junho. Com um enfoque transversal nas áreas jurídica, política, econômica, socioambiental e digital, o Fórum visa explorar como a globalização tem moldado as relações internacionais e as estratégias de desenvolvimento econômico nos países participantes.

Marco na arena internacional de debates, XII Fórum de Lisboa alcança sua décima segunda edição em 2024 e ocorre anualmente com o intuito de debater questões que desafiam o Estado contemporâneo. Este ano, o tema central será "Avanços e recuos da globalização e as novas fronteiras: transformações jurídicas, políticas, econômicas, socioambientais e digitais", com a participação de acadêmicos, gestores, especialistas, autoridades e representantes da sociedade civil do Brasil e da Europa.

Governador em exercício

Com a viagem de Caiado, Daniel Vilela assume o governo do Estado até o fim da semana. Uma das agendas para a semana é a inauguração da nova sede da Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia. O prédio abriga espaço para 34 gabinetes, além de uma galeria com capacidade para 150 pessoas e um auditório.

Até então, as atividades legislativas eram conduzidas em um endereço alugado. A nova sede receberá o nome de Palácio Léo Mendanha, em homenagem ao ex-vereador por Aparecida, ex-deputado estadual por Goiás e pai do ex-prefeito Gustavo Mendanha.


informações A Redação

Mais sobre Goias